Peça únicas, práticas, versáteis, atemporais e cheias de estilo o macacão e a jardineira estarão em evidência nas próximas estações.

Qual a diferença entre eles? O macacão tem sua parte superior fechada (nas mais diversas modelagens: tipo camisa, tomara que caia, um ombro só, ombro a ombro…), já a jardineira é aberta na parte superior e se caracteriza por ter alças, exigindo o uso de blusa por baixo.

O macacão, dependendo da sua modelagem, transmite mais formalidade, a jardineira por sua vez, é mais descolada. Tendo bom senso, é completamente possível (dependendo do dress code – código de vestir – que a sua empresa exige) levar o macacão para o dia a dia de trabalho, do contrário, a jardineira não cabe no ambiente corporativo, devido o estilo despojado que ela tem.

Em tecidos mais nobres, como crepe, por exemplo, o macacão pode tranquilamente ser usado em festas à noite, se a aposta for em cores clássicas como preto, a escolha será certeira. Para complementar no look noite, invista em acessórios e sapatos mais sofisticados.

Para complementar o uso das jardineiras, aposte em tops, camisas e tshirts, já, para incrementar o macacão invista no uso de blazers ou casacos sequinhos por cima.

Dicas:

– para quem tem quadril largo o ideal é usar com partes de cima mais chamativas, acessórios menos discretos e se possível, introduzir um blazer alongado para dar equilíbrio ao visual.

– para quem está acima do peso e mesmo assim quer aderir a esta tendência, o ideal é optar por tecidos mais estruturados em tecidos mais escuros.

– o salto é um ótimo companheiro do macacão, mas não é obrigatório. Se a modelagem for capri (altura do tornozelo), combina super bem com calçados baixos como sapatilhas.

Por Caroline Pasetti e Sheila Liotti

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

(Seu email não será publicado)