Coco Chanel

Foi assim, baseando-se na simplicidade e minimalismo de peças masculinas que Gabrielle e Chanel conquistou o mundo. Mais do que qualquer outro designer do século XX, Coco Chanel renovou e adaptou a moda aos princípios da utilidade e integridade dos materiais, princípios esses, que foram norte para o modernismo.

Sua ênfase no funcionalismo do vestuário esportivo, e suas apropriações da moda masculina, bem como uniformes militares e de serviço, rompiam com estilos e tradições os vestidos de alta costura.

Chanel sempre defendeu um sistema de vestir baseado em modéstia, simplicidade e adaptabilidade.Refletindo a rígida sobriedade do dândi, muitos dos seus ternos das décadas de 1920 e 1930 foram feitos em preto com blusas brancas ou creme, o contraste de cor que virou sua marca registrada.

Em suma, sua trajetória baseou-se em fomentar a auto-suficiência e a auto-expressão.

Em 1927 Coco Chanel confidenciou a Salvador Dali que – toda sua vida, tudo que fez foi transformar roupas masculinas em femininas: jaquetas, cabelos, gravatas, punhos, blazers.

Beijo,

Carol e Sheila

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

(Seu email não será publicado)